O uso de geradores em paradas técnicas

Essas intervenções acontecem em um período de tempo pré-determinado e são indispensáveis para garantir senão toda, boa parte da operação para o ano seguinte.


Essas intervenções acontecem em um período de tempo pré-determinado e são indispensáveis para garantir senão toda, boa parte da operação para o ano seguinte.

Por terem toda essa importância, quanto maior a organização em torno de uma parada técnica, mas eficaz ela tende a ser e, por isso, listamos a seguir quatro providências que você pode tranquilamente tomar para garantir o sucesso dessa empreitada em sua empresa.

1. Planejamento

Parece ser um item bastante obvio, mas, por incrível que pareça, não é comum em situações de paradas técnicas em muitas empresas. Dizemos isso porque em muitas situações o planejamento até é feito, mas… na última hora e aí o perigo de as coisas darem errado é grande.

Sendo assim, recolha dados e informações operacionais, estabeleça riscos, calcule o custos e, por fim, dimensione a parada.

2. Use listas de verificação (os “famosos” checklists)

Se você fez o dever de casa e atuou no item 1 (planejamento), certamente preparou uma ou mais listas de verificação e serão elas que garantirão que nada deixará de ser verificado, ou seja, nenhum item ficará para trás.

3. Envolva o seu time

Mais importante que durante a parada técnica, esse envolvimento das equipes já deve ocorrer antes, na fase de planejamento que é quando a criatividade e a parceria em busca das melhores soluções para o trabalho a ser executado posteriormente.

4. Utilize grupos geradores

Essa é a única providência realmente técnica dentre as quatro. A utilização de um grupo geradores servirá para que o fornecimento de energia ininterrupta durante a parada não seja comprometido e ainda ajudará na economia de energia, uma vez que a energia fornecida por um gerador é mais barata que a da concessionária.

06 de Março de 2017

Outras Notícias

Todas as Notícias